Com carinho de fã e malas trocadas, pentacampeões na areia chegam ao Brasil - FEBS-SP 
Logo_FEBS-SP



09/05/2017 19h16 - Atualizado em 09/05/2017 19h30

Com carinho de fã e malas trocadas, pentacampeões na areia chegam ao Brasil

Mauricinho e Datinha se confundem na esteira e por pouco não vão para casa com premiações invertidas. Há 35 jogos sem perder, jogadores destacam união

Publicado por Gilberto Simões*

A Seleção Brasileira campeã do mundo de beach soccer está de volta ao Brasil. Com a taça em mãos, os comandados de Gilberto Costa desembarcaram no aeroporto internacional do Galeão, no Rio de Janeiro, na tarde desta terça-feira. Há 35 jogos sem perder, a seleção chegou ao pentacampeonato mundial vencendo todos os seis jogos do torneio e no caminho batendo a seleção portuguesa, campeã em 2015, nas quartas de final.

A viagem demorou mais do que o esperado graças a um atraso no voo de Miami para o Rio de Janeiro. Após horas dentro do avião, o treinador da seleção brasileira, Gilberto Costa, comemorou a conquista e destacou o pensamento coletivo dos jogadores como o principal trunfo de seu time durante as seis partidas.

- Sensação de missão cumprida. Principalmente pelos atletas. Nós temos um talento individual enorme e eles entenderam que precisam funcionar como uma equipe, esse é o grande mérito deles - explicou Gilberto.

Daniel Zidane com a taça de campeão do mundo do beach soccer Daniel Zidane com a taça de campeão do mundo do beach soccer - Foto: Gilberto Simões



Um dos mais experientes do elenco, o defensor Daniel Zidane exaltou a conquista principalmente por conta da dificuldade dos jogos e o alto nível dos adversários na copa do mundo e disse que não dar um passo maior que a perna foi uma das qualidades do time.

- O maior desafio era pensar passo a passo. Pensar em cada jogo de uma vez, passo a passo contra cada um dos adversários para conseguirmos chegar na vitória e conquistar tessa taça - destacou o camisa 5.

Fã ganha presente

Quem roubou a cena também foi o torcedor Mateus Meireles, que brincou, tirou fotos com o jogadores, ganhou dois bonés e uma camisa, além do privilégio de segurar o troféu de campeão do mundo de beach soccer.

- Eu ganhei muitos presentes, tirei fotos e peguei a taça. Isso é um sonho – disse Matheus que tem 19 anos.

Jogadores posaram para foto com fãs Jogadores posaram para foto com fãs - Foto: Gilberto Simões



Simpático e falante, Mateus ganhou atenção de quase todos os atletas da seleção. Rodrigo e Fernando DDI inclusive tiraram uma selfie com o jovem, mas mateus sentiu falta do ídolo Mão. O goleiro precisou sair rápido para não perder um outro voo devido ao atraso na vinda para o Brasil.

Confusão com as malas

Mauricinho com o prêmio de Datinha na mala Mauricinho com o prêmio de Datinha na mala - Foto: Gilberto Simões



Os dois principais destaques da competição pelo lado da Seleção foram Mauricinho e Datinha, que ganharam prêmios individuais. O primeiro ficou com a bola de prata e o segundo com a bola de bronze, a de ouro foi do iraniano Mohammad Ahmadzadeh. Mas não foi exatamente assim que aconteceu quando chegaram no aeroporto.

As premiações foram guardadas em malas parecidas e na hora de buscar na esteira do aeroporto os atletas se confundiram, Mauricinho ficou com a bola de bronze e Datinha levou a de prata. Por sorte, ainda deu tempo de desfazer a confusão na saída do aeroporto.

* Com supervisão de Luciano Ribeiro

Pouco depois o camisa 11 recuperou a sua própria premiação Pouco depois o camisa 11 recuperou a sua própria premiação - Foto: Gilberto Simões



.
Fonte: GloboEsporte.com


 

Publicidade

Últimas notícias da FEBS-SP

29/07/2019 08h29

29/07/2019 01h33

22/10/2018 19h33

13/10/2017 19h24

10/10/2017 17h31




Publicidade



Publicidade

Beleza - 300x300


Publicidade